Eduardo Brito trabalha em cinema, fotografia e escrita. Os seus trabalhos têm explorado os temas verdade-ficção-memória, bem como a relação texto-imagem. No cinema, a que se tem dedicado principalmente, realizou as curtas-metragens Penúmbria, Declive, Úrsula e Lethes. Escreveu argumentos para curtas de Manuel Mozos, Paulo Abreu, Luís Costa e Francisca Manuel e as longas de Rodrigo Areias Hálito Azul (com Rodrigo Areias), A Pedra Espera Dar Flor (com Rodrigo Areias e Pedro Bastos) e O Pior Homem de Londres. Ensina regularmente, como assistente convidado, na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto.

Website: eduardobrito.pt

Eduardo Brito - Autor na Editora Araucária

© 2022 Todos os Direitos Reservados | Araucária - Edições